HomeDestinosBarcelona: caminhando pelas Ramblas, Port Vell e Montjuic

Barcelona: caminhando pelas Ramblas, Port Vell e Montjuic

Barcelona: caminhando pelas Ramblas, Port Vell e Montjuic

Um giro pelo centro e pela orla de Barcelona, revelando delícias como o Mercado de la Boquería e praias como Barceloneta

Por Mari Campos e Danielle Motta

Barcelona é uma cidade perfeitinha para ser explorada caminhando. Alguns dos melhores programas por lá pressupõem simplesmente perder-se pelas ruelas de seus bairros mais icônicos, sem pressa. Sua avenida mais famosa é descrita no plural – Las Ramblas – e vai da gigante Praça Catalunha (marco zero da cidade) até a praia, no antigo porto Port Vell.

Andar pelas Ramblas (quase um quilômetro de extensão) é uma bela maneira de começar a exploração. Logo no comecinho, a Font de Canaletes é o ponto de encontro para celebração dos torcedores do FC Barcelona em dias de vitória. Depois, passando por quiosques de todo tipo e artistas de rua, vale uma paradinha para espiar o lindo mosaico Pla de l’Os feito no chão por Joan Miró. A obra fica perto da casa onde o artista nasceu e foi projetada para dar as boas-vindas para os visitantes que chegassem a
Barcelona pelo mar.

 

Joan Miró (foto: shutterstock)

Joan Miró (foto: shutterstock)

 

A caminhada sem compromisso continua até o belo edifício de 250 anos da Academia Real de Ciências e Artes (seu relógio, reza a lenda, dá a “hora oficial” da cidade). Quem deseja xeretar o clássico prédio por dentro pode participar das visitas guiadas, cujo ponto alto é ir até o belo salão de discussões, local em que Albert Einsten expôs seus estudos sobre a Teoria da Relatividade. Outro achado por ali é parar uns minutinhos para fotografar a fachada da Casa Bruno Cuadros e tentar entender qual a relação entre os diversos guarda-chuvas e o dragão feito em ferro fundido que dá o tom à fachada. Ali, em meados do século 19, funcionou uma loja de guarda-chuvas e a decoração da época tinha muita influência oriental – o que se via também em outras metrópoles europeias.

Nas Ramblas fica ainda o Gran Teatre del Liceu, belíssima casa que sedia concertos e apresentações de dança e música clássica. A temporada de espetáculos começa em setembro; caso não encaixe com a data da viagem, o visitante pode participar de tours guiados. Na frente do Liceu fica o Café de l’Ópera, um patrimônio da cidade, aberto como café desde 1929.

 

Mercado de la Boquería (foto: shutterstock)

Mercado de la Boquería (foto: shutterstock)

 

Outro lugar obrigatório é o colorido Mercado de la Boquería, de 1840. São mais de 300 bancas com frutas, carnes, embutidos e doces diversos. O mercadão municipal de Barcelona empolga não só pela variedade de produtos, mas pela construção metálica feita há mais de cem anos. Para beliscar jamón ibérico e tapas, aposte nos quiosques cheios de sabor do El Quim, Universal e Pinotxo Bar.

O finalzinho das Ramblas é marcado pelo Mirador de Colón, uma coluna de 60 metros de altura com um mirante panorâmico no topo, erguido em homenagem à primeira viagem do descobridor Cristóvão Colombo às Américas. Dali, é só caminhar até a Rambla del Mar, uma deliciosa passarela de madeira para pedestres sobre o mar do antigo porto. Se achar a andança pesada, faça uma paradinha na Pasteleria Escribà, uma das confeitarias mais famosas da cidade, cujas criações são perfeitas (e deliciosas) obras de arte.

 

Port Vell

Port Vell (foto: shutterstock)

 

No antigo porto você pode ficar sentado curtindo o balanço dos barcos no píer, xeretar as vitrines do shopping à beira-mar Maremagnum ou investir em algumas atrações desse pedaço. Para ver Barcelona do alto, o teleférico garante belos visuais. O trajeto percorre 1.300 metros em cerca de dez minutos e liga a praia de La Barceloneta até o Parc de Montjuïc. O visitante pode comprar o bilhete só de ida (€ 11) e descer na Montanha de Montjuïc para explorar a região. Essa colina bem ao lado do centro da cidade é uma área agradável para caminhar entre jardins, teatros e prédios históricos. A maioria das construções desse reduto da arte foi erguida na década de 1920 para receber a Expo 1929 e passou por uma reforma para os Jogos Olímpicos de 1992, como Estádio Olímpico e o complexo aquático. Sem contar que oferece uma das melhores vistas do Mar Mediterrâneo. Você pode acessar a montanha também por escadas rolantes, de ônibus ou de funicular.

No porto fica também o Aquário da cidade, programa mais focado para quem viaja com crianças – elas piram ao caminhar pelo túnel transparente para ver tubarões e arraias passando por cima da cabeça.

Andar pelas Ramblas exige atenção redobrada com os batedores de carteira que ficam à espreita dos turistas que se distraem com as atrações e deixam seus pertences à vista.

 

Leia mais sobre os bairros de Barcelona:

 

Barcelona: roteiro bairro a bairro

Barcelona: El Born, o bairro do Parc de la Ciutadella

Barcelona: o bairro de Eixample e as obras de Gaudí

Barcelona: as ruelinhas do Bairro Gótico e as ramblas de El Raval

 

Onde se hospedar em Barcelona?

Pratik Rambla

Três estrelas no Eixample, tem 37 quartos contemporâneos.

Neri

Quatro estrelas no Bairro Gótico, tem apenas 22 quartos contemporâneos, um rooftop com belas vistas e delicioso café da manhã servido na biblioteca.

 

Procurando hospedagem?
O Booking.com têm opções para todos os públicos, com informações de preços, disponibilidade de hospedagem e relatos de outros viajantes.


Vai viajar? Já possui Seguro Viagem?
O buscador do VitalCard cota os melhores preços e planos para você, oferecendo parcelamento e atendimento rápido ao cliente.


Alugue um carro em sua viagem!
Encontre as melhores ofertas das locadoras de uma só vez! Acesse o RentCars e encontre a opção que atenda à sua necessidade. Com atendimento em português, eles parcelam em até 12x no cartão e ou com desconto no boleto.

Compartilhar: